28 de outubro de 2011

A lista mais fail que já vi

Pessoal, você já devem ter percebido que eu adoro listinhas de melhores e piores, acho bem divertido e quando tou sem nada para fazer adoro ler. Por tal motivo, vibrei ao entrar no site da Folha e me deparar com isso:

Especialistas indicam 10 passos pós-demissão

Fui seco ler, imaginando as dicas que os "renomados" especialistas dariam, mesmo porque demissão é um troço chato pra dedéu (eta expressãozinha velha!) e qualquer conforto numa hora como essas é bem vindo e falo isso com a  propriedade de quem já viveu na pele, como contarei no post: "Como destruí o Centro de uma cidade"
Dito isso, imaginem minha "Poker face" quando li:

Os 10 passos para aproveitar o tempo fora do mercado de trabalho, segundo especialistas:

  1. Cultive o "networking"
  2. Tire férias para descansar
  3. Realize uma autoavaliação da carreira
  4. Vá ao médico e faça exames de rotina
  5. Participe de cursos intensivos de idiomas
  6. Invista em treinamentos ou pós-graduação
  7. Frequente congressos e eventos gratuitos
  8. Viaje ao exterior para adquirir fluência em idiomas
  9. Leia jornais e revistas especializadas no setor que atua
  10. Envie currículo e agende encontro com ex-colegas de trabalho
Fonte: Folha Online


Ah, fala sério, pelo amor de Deus!


  1. Cultive o "networking"; (que porra é networking minha gente?????)
Descobri: 
Networking é a união dos termos em inglês "Net", que significa "Rede"; e "Working", que é "Trabalhando". O termo, em sua forma resumida, significa que quanto maior for a rede de contatos de uma pessoa, maior será a possibilidade de essa pessoa conseguir uma boa colocação profissional.
Por exemplo: Existem reuniões, almoços e confraternizações com funcionários de várias empresas; lá eles se conhecem, trocam experiências e montam sua lista de contatos.
Agora a pergunta que não cala: Quem vai querer manter contato com um recém demitido? É lei, quando alguém é demitido, a primeira coisa que os ex colegas do antigo emprego fazem é ignorá-lo. Ninguém quer se queimar andando com o párea social fracassado. 
    
    2.  Tire férias para descansar (Como é que eu, desempregado e desesperado, vou tirar férias? E pior, como tirar férias se não tou trabalhando? Com que dinheiro? Vou fazer igual a uns vizinhos do meu bairro, passar a vender este corpo gordo que só as velhinhas solitárias vão querer? Não, obrigado.

    3.  Realize uma autoavaliação da carreira (Que carreira? Só se for de cocaína, porque nesse país a única carreira que se vê são aquelas feitas pelos viciados nela...)

    4.  Vá ao médico e faça exames de rotina (Pow destinô, cê tá de brincadeira comigo né? Como, em nome do Sagrado Coração de Jesus, eu vou fazer exames de rotina se estou desempregado e perdi meu plano de saúde???)

    5.  Participe de cursos intensivos de idiomas (Cursos, oh meu Pai, com que dinheiro?);

    6.  Invista em treinamentos ou pós-graduação (Até onde sei, pós é paga, e bemmmm cara, como posso pagar algo se... Não completem... Estou desempregado???);

    7.  Frequente congressos e eventos gratuitos (Ok, se é gratuito dá para ir, quem sabe lá não consiga um emprego depois de um encontro furtivo com alguma gerente velha e mal amada no banheiro?)

    8.  Viaje ao exterior para adquirir fluência em idiomas (KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Como a Folha é sapeca, como ela é uma fanfarrona, como ela tira com nossa cara..., nem vou comentar isso...)

    9.  Leia jornais e revistas especializadas no setor que atua (Aceitável, apenas se for revistas e jornais antigos. Lembre-se, você está desempregado(a), comprar não é uma opção, mesmo que seja um simples jornalzinho);

    10.  Envie currículo e agende encontro com ex-colegas de trabalho (Agendar encontros com ex colegas? Tudo o que eu quero na vida é nunca mais encontrar aquele bando de fila da pVY@! Sem contar que, como dito no item 1, eles já terão me excluído de sua agenda telefônica, orkut, msn e facebook).



Mas sem querer ser negativista, mesmo quando a pessoa consegue um novo emprego, ainda tem que enfrentar situações embaraçosas, como essa:



Gabriel Matos

About Gabriel Matos

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :

3 Amigos Me Deram uma Luz

Write Amigos Me Deram uma Luz
Venicius
AUTHOR
11 de novembro de 2011 09:32 delete

True story!
O maior argumento contra a maioria das sugestões: TÔ DESEMPREGADO = TÔ SEM DINHEIRO. Porque eu trabalharia se tivesse dinheiro pra ficar viajando, aprendendo idiomas, fazendo pós... enfim.
Bom post!

Reply
avatar